terça-feira, 31 de julho de 2012

FATEC Nova LUZ: a nave que pousou no centro de SP! Compare o projeto e a obra pronta! O Projeto Nova Luz começa a se revelar


Placa informativa do Governo do Estado em frente a Fatec na esquina da Rua Timbiras com Rua dos Andradas (foto: Paula Ribas)
Caros parceiros,


As obras da ETEC Fatec Nova Luz está em direção a conclusão.
Segundo a placa na faixada do empreendimento, as obras estarão concluidas no segundo semestre de 2012, conforme foto acima.


 Qual foi minha surpresa hoje ao observar que a obra em fase de conclusão pouco lembram as maquetes divulgadas e publicadas sobre essa obra.
Veja a seguir as imagens das maquetes divulgadas e observem que estão sem grades, nem portões:

Imagem extraida do site Centro Paula Souza

Imagem extraida do site Centro Paula Souza

Imagem extraida do site Centro Paula Souza


Abaixo vejam a imagem que fiz hoje em frente ao Centro Paulo Souza Nova Luz:


No comunicado está escrito "ETEC Nova Luz entrada de alunos e professores" 




Fatec Nova Luz de outro ângulo, muitos portões  (fotos: Paula Ribas)





Observe nesse ângulo de foto, a esquina feita hoje (31/07/2012) e abaixo a foto do projeto




Com essas fotos quero trazer que toda aquela ideia de inclusão, de abrir espaços, de "revitalizar" a região será feito dessa maneira? 
Com esses projetos que valem milhões para ficarem "bonitinhos" no papel, mas sem contato nem tão pouco diálogo com o bairro?
Essa coisa fechada, trancada parecendo cheia de medo de estar onde está?

Não entendo de arquitetura e urbanismo, mas pelo que vejo quando saio de casa e ando pelo bairro é que tem algo errado nessas construções que dizem "revitalizar" o centro. Essa visão megalomaniaca não condiz com toda aquela ideia vendida para a opinião pública sobre a necessidade da construção, a exemplo da Fatec Nova Luz no centro. 

Vejam o vídeo que registra no dia 08/04/2010 em que o governador Alberto Goldman vistoriou  as obras do complexo que abriga a Escola Técnica Estadual (Etec) Nova Luz:



O Governador Alberto Goldman (centro) durante visita as obras da FATEC



Reparem no depoimento do próprio Albert Goldman que diz: "...que o centro de SP volte a ser uma região HABITAVEL com comércio de BOM NIVEL!!"





Pergunto:
Ao que exatamente o governador Albert Goldman se refere ao dizer  "habitável"?
O que ele quer dizer com "comércio de bom nível"?
Como incluir , transformar com todas essas grades e portões?
Como potencializar a região com um vestibular para todo o Estado de SP?
O que de fato a região vai ter como contrapartida para esse projeto ter demolido casas e comércio e ter desapropriado tanta gente?

A FATEC , assim como será o Projeto Nova Luz, passa a impressão que vem para resolver os problemas da região. Que essa NAVE MAE , tão generoso, foi construída para "revitalizar" e fazer o centro se desenvolver. Porém, cheia de portões e grades, e com as declaracões como a feita pelo Sr. Alberto Goldman, vejo que se tem uma ideia bastante equivocada que beira o preconceito das pessoas que aqui estão.

Vcs podem imaginar o que vai ser e COMO vai ser o Projeto Nova Luz?




IMAGINEM COMO VAI ACONTECER O PROJETO NOVA LUZ...
Sempre ouvi as pessoas dizerem que a obra da Fatec não tem haver com o projeto Nova Luz.
Não mesmo?
Pois, é agora a resposta está dada. 
Tava tão na cara que o nome da FATEC ETEC  é Nova Luz.


Governo de São Paulo cria Etec Nova Luz, 204ª do Estado



O que já estamos vendo é também o que acontecerá no processo do projeto Nova Luz: maquetes e desenhos lindos para inglês ver!
Mesmo que esteja no papel, no projeto ( que não é sinônimo de garantia para quem mora aqui) será que vai ser materializado e construido como estará no projeto?


Não dá para confiar em maquetes, projetos muito menos em "lindos desenhos" para calar os que estão contra e acalmar a culpa de quem está a favor.

 Espero que as pessoas ao verem com os próprios olhos se convençam de que esses projetos megalomaniacos só beneficia uma parte muito restrita do grande poder (construtoras e afins) enquanto a parte mais frágil da população, especialmente quem mora no bairro, fica com o ônus e sem nada que garanta que suas vidas não serão desestabilizadas nesses processos.
Estes projetos nada tem de social efetivamente e nem tão pouco na prática.

 grata
Paula Ribas




2 comentários:

Gabriele disse...

Pois é Paula,
Infelizmente a cultura da grade e da cerca não se perde em São Paulo, alguns acreditam que o medo mudou os hábitos da população e descaracterizou a arquitetura, porém acredito que é o contrário, enjaular os edifícios e lugares, faz com que as pessoas criem e matenham o medo. As grades, ao invés de proteger a sociedade, acaba por aprisioná-la atrás de si.

Um outro exemplo do que fizeram ai na Luz, que beira ao ridículo, foi cercar a "praça" da estação da linha amarela. Que dispensa comentários.

Márcio Montalti disse...

Cara Paula, as grades são a ponta do iceberg reacionário dos que nos governaram e continuarão a nos governas até 2014. Quando passei em frente ao presídio e ví no meio da obra, sim porque ainda é uma obra não habitável, a placa de acesso de professores e alunos fiquei passado! E falando em maquetes o que acontecerá com o terreno ao lado da Estação Pinacoteca (lado direito) que irregularmente está ocupado pela CPTM e que na maquete do Nova luz havia uma praça com concha acústica? A três anos a CPTM construiu um prédio em alvenaria, sem placa, sem alvará, sem nada, denunciei várias vezes via 156 e nada aconteceu.

Postar um comentário

O blog Apropriação da Luz é a oportunidade de você ver e saber como os moradores e comerciantes da região da Santa Ifigênia e Luz pensam sobre o projeto Nova Luz. Veja conteúdo produzido por moradores da região e saiba o ponto de vista de quem passa pelos impactos sociais do projeto. Pois, ver por dentro é ver de perto. Grata por seu interesse!

 
Design by Free Wordpress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Templates